domingo, 3 de julho de 2011

Eu tive um sonho. 
Sonhei que eu andava por aí sem rumo algum e durante esse tempo eu me sentia tão bem. 
Sonhei que as pessoas eram todas sinceras e humildes. 
Sonhei que eu estava na terra onde não existia a inveja, o rancor, as guerras e preconceitos. 
Sonhei que o amor era mais valorizado que os bens materiais, e que para se amarem não eram necessários somente atributos físicos. 
Um lugar onde as mulheres não eram vistas apenas como um pedaço de carne. 
Sonhei que não existia a superficialidade e que o valor de uma pessoa era medido pela sua inteligência e suas qualidades e não pela sua aparência e suas influências. 
Sonhei que não existia a injustiça. 
Sonhei que todos se respeitavam independente das diferenças. 
Sonhei que as flores não morriam com a chegada do inverno. 
Sonhei que todas as pessoas eram confiáveis. 
Sonhei que todos os amigos eram verdadeiros. 
Sonhei que não existia desigualdade social. 
Sonhei que não existia o racismo. 
Sonhei que não existiam as drogas e a violência. 
Sonhei que todos os sorrisos eram verdadeiros e os abraços eram fortes e sinceros. 
Sonhei que nãos existiam pessoas interesseiras. 
Sonhei que todo mundo ajudava ao próximo sem pedir nada em troca. 
Sonhei que não existiam as mentiras e as fofocas. 
Sonhei que as pessoas encontravam a felicidade nas coisas simples. 
E sabe o que aconteceu? Senti meu coração doer quando acordei e percebi que a realidade é totalmente o contrário dessa paz.

Um comentário:

  1. Depende da realidade.

    abraços!
    seguindo, segue ?*
    jhenyfferandrade.blogspot.com

    ResponderExcluir